La Dolce Vita

“Não existe fim, não existe início, apenas a infinita paixão da vida.”
Federico Fellini

Junho de 1988. Um novo espaço da gastronomia italiana abre suas portas em Campinas, SP. Inspirada no cineasta italiano Federico Fellini é inaugurada a acolhedora e despretensiosa “Cantina Fellini”.
A arquitetura e decoração ficaram por conta do arquiteto Rodrigo Rodrigues que com maestria e sensibilidade criou um conjunto harmonioso que expressa a mesma magia da obra do mestre Fellini. Nas paredes brancas, objetos antigos, alguns quadros e pôsteres que com o tempo se alinharam a fotos e assinaturas de famosos que por aqui passaram – Ray Connif, Chico Buarque, Ziraldo, Marília Pêra e tantos outros.
Em 2008, 20 anos depois, face à necessidade de reestruturação e readequação de algumas áreas, teve lugar grande reforma na cozinha, construção de uma adega climatizada para 900 garrafas, além de um charmoso gazebo no jardim da Casa.
Com o advento da enogastronomia e de uma clientela cada vez mais exigente e consciente, incorporou-se à equipe um especialista em vinhos. A figura do Sommelier, associada a uma Carta ampliada e otimizada, conduziram a natural vocação da Casa para o atual estágio: “Cantina Fellini – Ristorante e Vino”.
Após todos esses anos, um fio condutor sempre presente confere magia, encantamento e poesia, pois como já foi dito: O essencial é invisível aos olhos.